release O REINO QUE NÃO ERA DESTE MUNDO – História do Brasil – Marcos Costa – apres.Marco Antônio Villa – @EdValentina

em

 CAPAReino

HISTÓRIA POR TRÁS DA HISTÓRIA

           

Intrigas, conspirações, romances, reviravoltas, política, traições, golpes, aventuras, guerras, amor. O Reino que Não Era deste Mundo, do historiador Marcos Costa, agrada a leigos de todas as idades, além de acadêmicos que encontrarão detalhes históricos deliciosos e pouco conhecidos do passado brasileiro. Como em um filme, o leitor é convidado a espiar e acompanhar a evolução da construção do Brasil enquanto país. A coragem e covardia de figuras históricas, os acordos velados para formação do Império e da República.

Marco Antonio Villa, Mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo e Doutor em História Social pela USP, resume em texto de apresentação na orelha do livro os diferenciais da obra: “O historiador Marcos Costa conduz o leitor para um passeio erudito pelo século XIX brasileiro, observando e analisando os principais momentos da nossa história. O autor, com muita competência e profundo conhecimento do período Imperial, apresenta os principais dilemas da monarquia. Analisa com propriedade o processo independentista, a abdicação de D. Pedro I, os conflitos do período regencial, a figura ímpar de Duque de Caxias e sua relação – e a de seu pai – com o projeto monárquico, a questão da escravidão e seus desdobramentos políticos e econômicos, a relação de D. Pedro II com a modernidade econômica representada pelos projetos do Barão de Mauá. É muito feliz o desenho do cenário, os dilemas que envolveram a sucessão do trono – que acabou não ocorrendo – e o casamento da Princesa Isabel, precedido de inúmeras negociações que envolveram não só o destino da monarquia mas, principalmente, o destino do Brasil. É ressaltado (com muita propriedade) o papel progressista da Princesa Isabel, isto em um país com forte marca machista. O livro não poderia deixar de lado o abolicionismo, a questão da escravatura, o republicanismo e as contradições que levarão ao golpe militar republicano de 1889. Marcos Costa conseguiu obter uma visão de síntese do século XIX brasileiro – tarefa nada fácil. E mais, aqui e ali foi polemizando com a bibliografia e lançando novos olhares sobre a nossa história”.

A visão de Marcos Costa sobre o Terceiro Reinado – de que seria comandado pela Princesa Isabel mas não se concretizou por conta de mais um acordo da elite sem o envolvimento popular – é inovadora. A participação da monarca no processo histórico é revista e recolocada de maneira revolucionária e participativa, ao contrário da historiografia tradicional, que a considera passiva e comandada por homens da época.

“Muitas questões que aparecem de forma recorrente na historiografia tradicional são iluminadas no livro por meio de um novo foco. A Princesa Isabel, por exemplo, é sempre subestimada, e o Conde D´Eu, também. Ambos foram, numa perspectiva de longo prazo, sendo preparados para um Terceiro Reinado voltado a uma sociedade completamente diferente daquela escravocrata, ruralista, voltada a satisfazer as ambições da nova vida urbana, industrialização, burguesia nascente, não mais para a velha aristocracia rural, a qual D. Pedro II tinha que manter vinculado para sustentar a monarquia. Outro aspecto muito subestimado é a relação de Mauá com o Imperador; eles sempre aparecem em lados opostos. Uma análise mais acurada mostra que Mauá prestou importante serviço à monarquia, não é à toa que obteve como retorno a concessão para realizar praticamente todas as obras públicas que foram executadas nesse país. O Reino que Não Era deste Mundo foi a resposta famosa dada pelo ministro Saraiva ao Imperador, quando este o questionou sobre por que o reinado da Princesa Isabel era inviável”, explica o autor.

SOBRE O REINO QUE NÃO ERA DESTE MUNDO

1ª ed. – Rio de Janeiro: Valentina, 2015.

280 páginas

14×21 cm

ISBN 978-85-65859-47-9

R$ 29,90

ebook disponível a partir de fev/15

Preço ebook R$ 19,90

e-ISBN 978-85-65859-48-6

Tiragem: 4.000 exemplares

Público: Juvenil/Adulto (12+)

SOBRE MARCOS COSTA:

Marcos Costa pensou em ser arquiteto, mas logo desistiu e foi fazer História na UNESP – campus de Assis. Tornou-se Mestre e Doutor em História Social também pela UNESP. Historiador, professor universitário, pesquisador e escritor. Autor de inúmeros artigos publicados em revistas acadêmicas e dos livros Para uma nova história, Escritos coligidos: textos de Sérgio Buarque de Holanda (em 2 volumes) e O homem que não quis ser imortal.

SOBRE A EDITORA VALENTINA

Localizada no Rio de Janeiro, a Editora Valentina mantém seu compromisso de publicar literatura de entretenimento e obras de referência aclamadas em prêmios e principais veículos de imprensa internacionais. O perfil editorial é voltado a romances que abordem a juventude contemporânea e ganhem vida fora do livro, além de temas como urban fantasy, distopia, paranormal, femininos, thriller, chick lit, pets, religiosidade, biografia, bem-estar, steampunk.

 

Conheça a Editora Valentina também em:

editoravalentina.com.br

facebook.com/EditoraValentina

twitter.com/EdValentina

youtube.com/ValentinaEditora

MAIS INFORMAÇÕES:

Renata Frade

renatafrade@punchcomunicacao.com.br

facebook.com/punch.comunicacao – @Punchcom

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s